sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Recapitulando - 5 Boas razões para usar Arduino em seus projetos de eletrônica

Conceitos sobre a interface entre software e hardware é tema importante para um formando em Ciência da Computação, basta observar que o curso oferece disciplinas específicas a respeito, tais como OAC e LOAC. Nesse sentido, a plataforma Arduino tem destaque, pois possibilita atividades de ensino, aprendizado e pesquisa que envolvem essa interface.

Considerando esse contexto, o petiano Eri Jonhson aprensentou, em seu recapitulando homônimo, 5 boas razões para usar Arduino em seus projetos de eletrônica, a saber:


Isso significa que, de maneira geral, qualquer um tem acesso à documentação completa de como reproduzir componentes de software e hardware dos produtos. Por essa razão, entusiastas do mundo todo ajudam no aperfeiçoamento da plataforma, promovendo produtos de qualidade para todos. Basta verificar os exemplos mostrados na apresentação.


Além da própria equipe disponibilizar conteúdo para aprendizado, há fazedores em todos os lugares postando como realizar trabalhos com as ferramentas da plataforma.


Projetos como o Ardusat, Materia 101 e vários outros encontrados na comunidade são indicadores da grande capacidade dos componentes da plataforma.


É como LadyAda diz: "Se você pode pensar, você pode construir!". Mas se, por alguma razão, o Arduino não é adequado ao seu projeto ao menos você aprenderá o que é. Muito provavelmente a própria comunidade indicará para você.


Esse é um motivo notável, pois, até o momento dessa publicação, um kit básico com 25 componentes de hardware custava pouco menos de R$ 200,00. Ou seja, um bolsista do PET poderia comprar o seu próprio, sem problemas.

Esse recapitulando é uma tentativa de motivar o despertar para uma realidade que é fortemente propagada por Banzi, um dos principais responsáveis pela plataforma:
Você não precisa mais da permissão de alguém pra fazer algo incrível!
Precisa apenas se envolver ;)

Para saber mais acesse a apresentação e veja os comentários.