terça-feira, 22 de setembro de 2015

Recapitulando: Musicoterapia – Uma alternativa às medicinas convencionais



A musicoterapia é a aliança entre o uso dos sons e seus elementos, a fim de promover ou facilitar comunicação, socialização e outros objetivos que atendam as demandas físicas, emocionais, mentais, sociais ou cognitivas de um paciente. A aplicação desta deve ser feita por um terapeuta qualificado onde, dependendo do objetivo visado, pode ocorrer em grupo ou individualmente.

As áreas de atuação variam de pesquisas inovadoras em relação ao tratamento de doenças crônicas como também de doenças psicológicas - depressão e ansiedade, abrangendo ainda a reabilitação de dependentes químicos. Essa terapia fornece um leque de opções alternativas para os tratamentos químicos ao qual, muitas vezes, estes pacientes são submetidos, eliminando os efeitos colaterais gerados.

Uma área que se mostra promissora é a aplicação da musicoterapia na ressocialização de crianças autistas. Alunos da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) – David Lima, Keembec Relvas e Marcos Paulo - desenvolveram, embasados na tese de mestrado de David Lima, um software cujo objetivo é simular uma sala de aula de música onde crianças autistas aprendem a tocar violino. O Music Spectrum foi desenvolvido para plataformas iOS e Android e aguarda a possibilidade de estar disponível gratuitamente nas lojas destas duas plataformas.
Uma das telas do Music Spectrum, ainda em fase beta.
O software abstrai a necessidade da criança estar em um ambiente escolar, sendo tal ambiente um grande impecilho para estas por não se sentirem à vontade para socializar. Após algumas aulas no software, estas crianças, ao serem introduzidas em uma sala de aula real, já apresentaram uma melhora no nível de socialização, passando até mesmo a olhar no olho de outras crianças.

A aliança entre as tecnologias da informação e a musicoterapia estão caminhando rumo à um futuro de melhorias se mostrando promissoras e inovadoras. Ideias como estas são ótimas oportunidades para exercer o papel social que carece cada vez mais de atenção.

Para mais informações sobre o processo de desenvolvimento do Music Spectrum, acesse o link.